Professores recebem escuta profissional voluntária em 15 estados

O projeto Apoio Emocional, parceria com a Fundação SM que conecta profissionais de saúde mental a educadores que desejam colaboração nesta área já chegou a 15 estados diferentes. Mais de 600 professores já recebem ou receberam atendimento gratuito. A expectativa é que cada um deles possa se sentir melhor para acolher seus estudantes diante de tantas adversidades causadas pela pandemia.

Desde abril, professores que desejam uma escuta gratuita com um psicólogo ou psicoterapeuta, podem se inscrever em queronaescola.com.br/apoioemocional e solicitar ajuda individual (semanalmente) ou rodas de conversa com seus colegas de escola ou mesmo seus estudantes acima de 12 anos. Psicólogos e outros profissionais de saúde mental doam seu tempo para ajudar a educação de forma indireta e a equipe do Quero na Escola faz a conexão entre eles.

Todos os atendimentos são online. Nesta edição, no entanto, alguns voluntários atenderam também a estudantes e educadores que já voltaram ao presencial em sistema híbrido.

Já foram atendidos professores de 130 escolas pública. O Estado de São Paulo concentra metade dos atendimentos, mas também há voluntários trabalhando com educadores do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rio Grande do Norte, Acre, Bahia, Ceará, Santa Catarina, Mato Grosso e Paraná.

Esta é a segunda edição do projeto Apoio Emocional. A primeira ocorreu em 2020, logo nos primeiros meses da pandemia. Ainda há muitos educadores que aguardam atendimento. Voluntários podem se cadastrar aqui e colocar suas possibilidades de horários disponíveis.