Mais Direitos Humanos em escola de Diadema

Na última terça-feira (24/5), o advogado Diogo Moure dos Reis Vieira, formado em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), visitou a Escola Estadual Anecondes Alves Ferreira, em Diadema, na grande São Paulo, para conversar com 60 estudantes do ensino médio sobre Direitos Humanos. É a segunda vez que a escola recebe especialistas no tema por conta de pedido feito no Quero na Escola.

Diogo fez uma apresentação com o histórico da discussão dos Direitos Humanos no mundo, desde o pós 2ª Guerra Mundial e a Declaração Universal de Direitos Humanos (1948), passando pelas questões de Direitos Humanos no Brasil (Ditadura Militar e a Constituição de 1988, evolução e conquistas dos Direitos Humanos no Brasil). Comparou o dia a dia dos brasileiros com outros países (desenvolvidos e em desenvolvimento), mostrou os índices da ONU e finalizou com temas atuais como crise migratória de refugiados, reaproximação dos EUA e Cuba, e perspectivas para os Direitos Humanos no Brasil e no Mundo, para as próximas décadas

Veja o relato do profissional sobre essa manhã com os estudantes:

DH_diadema2“Fui muito bem recebido pelos professores e pelos alunos. Fiquei impressionado com a atenção deles, todos muito concentrados, até os professores ficaram surpresos. Busquei usar uma linguagem menos técnica, tomei bastante cuidado para falar de uma forma acessível para deixar o tema mais atraente.

Eles fizeram várias perguntas sobre o descumprimento dos Direitos Humanos, e questionaram por que muitas pessoas violam os Direitos Humanos, e inclusive em países desenvolvidos não cumprem os direitos humanos. Expliquei que a ONU e uma rede mundial estão de olho na fiscalização, mas é difícil acompanhar tudo o que acontece em um mundo com 7 bilhões de habitantes.

Eles não conseguiam entender a discrepância entre a teoria dos Direitos Humanos, que é muito bonita, e a prática. Para um primeiro contato com o tema foi bastante interessante. Acho super válido levar este tipo de debate para a escola.”

A professora Caroline Gouveia acompanhou a palestra e disse que o tema desperta enorme interesse nos alunos. “Diogo adotou uma linguagem simples e uma abordagem investigativa, o que possibilitou a participação de todos. Nossos estudantes adoraram a intervenção e o elogiaram. Como participante docente, parabenizo a articulação com temas cotidianos e que contemplaram a temática da educação”, disse a professora.

Esta foi a segunda vez que a EE Anecondes Alves Ferreira recebeu voluntários para falar sobre Direitos Humanos. O primeiro aconteceu em março. Os encontros foram realizados pelo Quero na Escola, após um aluno pedir que o tema fosse debatido em sua escola.