Chegou a vez dos professores se inscreverem na Restaura Natureza

Está aberta a Segunda Fase da Restaura Natureza – Olimpíada Brasileira de Restauração de Ecossistemas, competição colaborativa escolar do WWF-Brasil organizada pela Quero na Escola, alinhada à Década da ONU da Restauração de Ecossistemas (2021-2030) 

A partir desta segunda-feira, 21 de fevereiro, a 1ª Olimpíada Brasileira de Restauração de Ecossistemas – Restaura Natureza, está aberta a professores. Nas últimas semanas, estudantes começaram a testar seus conhecimentos em nove assuntos relacionados ao tema. Agora, os professores devem se cadastrar para validar os cadastros dos alunos que, com isso, poderão seguir na competição.

A Primeira Fase da Restaura Natureza consiste em testes online que acumulam pontos. Estudantes de 7º, 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, devidamente validados por um professor ou professora da escola, poderão reunir estes pontos em grupos de até 5 alunos e passar a fase final, em que deverão fazer uma ação de Restauração de Ecossistemas em seus contextos e territórios. Haverá vencedores segundo critérios da Comissão Julgadora e Votação Popular.

A Restaura Natureza também ganhou um embaixador famoso: Chico Bento, da Turma da Mônica vai convidar os jovens a participar. Em uma parceria entre WWF-Brasil e Maurício de Souza Produções, o carismático personagem irá divulgar a Restaura Natureza em materiais ricamente ilustrados como tirinhas e cartilhas. “Chico Bento representa a harmonia entre as pessoas e a natureza, por isso reforça o apoio a esse importante projeto educacional. Suas histórias já trazem uma mensagem de cuidados com o meio ambiente e agora vão avançar para o tema da restauração”, diz Mônica Sousa, diretora-executiva da Maurício de Souza Produções. 

A olimpíada foi construída para ser lúdica e educativa. Foram consideradas as demandas da comunidade escolar e a expectativa é de que projetos surjam em diferentes biomas e usando estratégias diversas como tecnologia, política, comunicação e técnicas de restauração de ecossistemas.

No site, os estudantes encontram 20 planos de ação para inspirá-los a colocar a “mão na terra” e agir positivamente em questões urgentes como crise climática.

Os professores logados encontrarão uma forma de convidar seus estudantes a participarem. O contrário também é válido: os alunos podem chamar professores para se inscreverem como orientadores. A primeira fase, de acumulo de pontos online vai até 16 de março. Participem!

Quero na Escola oferece ajuda em eletivas

Programa em que estudantes dizem o que mais gostariam de aprender além do currículo pode ser usado por professores para mapear interesses e ainda atrair possíveis voluntários colaboradores

Tem mais aluno interessado em história do skate ou em programação? Se os meus estudantes quiserem falar de profissões que eu não conheço, por onde começo? Com a inclusão das disciplinas “Projeto de Vida” e “Eletivas” no currículo, muitas professoras e professores estão buscando novos caminhos para trabalhar. Ao perceber a demanda, o Quero na Escola oferece uma ajuda prática.

Desde sua criação o Quero na Escola pergunta aos estudantes o que mais querem aprender além do currículo e oferece voluntários com conhecimentos nestes temas. Agora, este mesmo site, pode ser usado para um professor saber quais temas mais interessam a seus alunos e, de quebra, conseguir colaboradores voluntários para diferentes assuntos.

Os voluntários dependem da demanda dos estudantes. Vão de profissionais que falam de suas carreiras, como médicos, programadores e atores a ativistas em movimentos organizados contra preconceitos, passando por artistas que compartilham sua arte ou pessoas com vivências específicas, como imigrantes.

Professores interessados em usar a plataforma para saber que temas interessam aos estudantes e receber voluntários, podem se inscrever neste formulário.

A equipe do Quero na Escola vai organizar as demandas dos estudantes, agrupar em possibilidades e entregar estas informações aos professores inscritos. Ao longo do ano, conforme houver voluntários para os assuntos pedidos pelos estudantes, estas colaborações serão oferecidas a educadora ou educador para possível organização de uma atividade gratuita na escola, se houver interesse.

Dúvidas e sugestões também podem ser encaminhadas no mesmo formulário. O Quero na Escola segue aberto a qualquer estudante de escola pública. A diferença é que, professores inscritos nestes formulários, receberão as informações de suas turmas.

Inscreva-se