Conheça os 6 objetivos do Quero na Escola

O Quero na Escola parte dos interesses dos estudantes sobre o que querem aprender para motivar  pessoas a colaborar e assim abrir uma janela entre escolas públicas e a sociedade. Antes, durante e depois, esta ação tem seis objetivos, cada um deles com potencial para ampliar o aprendizado, reduzir a evasão escolar e melhorar a educação.


1) Fortalecer a escuta e participação do jovem em sua própria formação escolar. O Quero na Escola é um canal para que estudantes nomeiem qualquer conhecimentos a que gostariam de ter acesso além do currículo escolar. Além da possibilidade de atendimento pelo programa, a simples reflexão sobre o que gostariam de aprender pode levar um aluno a buscar este aprendizado e dar passos importantes na sua trajetória escolar.

2) Dar à sociedade um caminho claro de como participar na educação pública. A participação da sociedade na educação está na constituição brasileira, mas muita gente não sabe por onde começar. Por meio da plataforma com pedidos de estudantes, pessoas podem pesquisar por local ou assunto as demandas cadastradas e formular propostas de participação pertinentes. Além disso, as pessoas que vão às escolas passam a construir um debate mais qualificado e contextualizado sobre educação pública.

3) Oferecer às escolas parceiros engajados. Muitos educadores se sentem isolados na tarefa colossal de educar por não ter uma rede de apoio para as ações que sonha implementar. O Quero na Escola oferece às escolas parceiros que podem ajudar em temas solicitados pelos adolescentes e, como isso, aumenta a autoestima dos envolvidos, que se veem percebidos e acolhidos. Ao se sentirem prestigiados, educandos e educadores podem sonhar e realizar mais.

4) Promover integração entre alunos e diferentes setores da sociedade.  A principal diferença entre estudantes da rede pública e das escolas mais exclusivas é o acesso que o segundo grupo têm a mais experiências e a rede de contatos. O Quero na Escola leva mais pessoas para falar com os jovens das escolas públicas para, independentemente do assunto da atividade, se tornarem uma nova conexão. Cada participante pode vir a fazer a diferença e levar a informações futuras sobre outras possibilidades de experiências, ideias e até mercado de trabalho.

5) Reunir informações sobre os desejos dos jovens O Quero na Escola, sem expor ninguém, oferece  uma série de informações de demandas dos estudantes. Estas informações podem ajudar a jovens,  escolas, governos e mesmo outras projetos a realizarem atividades pertinentes aos desejos expressos dos alunos.

6) Contribuir para o aprendizado dos assuntos solicitados por estudantes. Quando os pedidos dos jovens são atendidos por voluntários, novos conhecimentos são produzidos para e pelos estudantes. Cada novo aprendizado se conecta com outros e abre caminho para novos, inclusive os curriculares, e torna os adolescentes mais confiantes em sua capacidade e na capacidade da sociedade de estimulá-lo.