A escola pública é ruim?

Em junho o historiador Thiago Rocha esteve na escola estadual Professor Roberto Alves dos Santos, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, para atender a uma demanda de estudantes no Quero na Escola sobre política. Os estudantes dos segundos e terceiros anos do ensino médio o receberam para conversar sobre a diferença entre debate e diálogo e sobre a atuação dos políticos em cada poder: Legislativo, Executivo e Judiciário. O estopim da atividade foi uma pergunta: a escola pública é ruim?

Muitos braços se levantaram alegando que já escutaram sobre a suposta ineficiência da escola pública e depois mais tantos para dizer que concordavam com a afirmação, incluindo educadores. Thiago teve toda sua formação em escolas públicas de Santo André, também na região metropolitana de São Paulo, e sabe bem o problema de autoestima enfrentado quando socialmente acredita-se que os melhores empregos, faculdades e oportunidades não são para você. Ao contar sua história de vida, disse que o lugar de todos eles é onde quiserem, seguindo as metas que traçarem e buscando oportunidades.

A coordenadora pedagógica da escola, Cinthia Cardoso, considerou de grande importância uma conversa que motivasse os alunos e mostrasse que suas escolhas de hoje implicarão diretamente no futuro. Para os adolescentes foi representativo receber “um deles” que estudou na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), chegou a representar estudantes brasileiros em Oxford e hoje em dia atua na política. Um aluno resumiu ao fazer uma pergunta e acrescentar que o voluntário era “da família”, exemplificando o grau de identificação.

Se você é estudante de escola pública, de qualquer lugar do país, eis uma oportunidade: diga o que mais você gostaria de aprender dentro da sua própria escola, além do currículo no queronaescola.com.br Nós buscaremos voluntários para falar com você, como foi o caso do Thiago.
E você que gostaria de visitar uma escola, veja se há demandas que pode atender em queronaescola.com.br/pedidos